25 de mar de 2012

Iniciando no café espresso

O segredo do café espresso (com S mesmo, em italiano) está nos 4 M: Miscela (mistura), Macinazione (moagem), Macchina (máquina) e Mano (mão do barista). Cada item tem a sua importância: não adianta ter o melhor grão, moído no melhor moedor, extraído na melhor máquina, se o barista colocar 4 g de pó e extrair por 5 minutos.




Uma dica para iniciantes: não compre uma máquina de espresso logo de cara. Compre um MOEDOR e uma cafeteira italiana (moka). Mudar de café moído industrializado para café em grãos moído na hora faz toda a diferença do mundo. O café moído perde o frescor em poucos minutos, mesmo embalado a vácuo dura poucos dias. Começar com a moka também serve pra testar se você vai ter paciência para o processo de moer o café cada vez que for tomar.

Comecei com uma moka inox Guido Bergna e a diferença para o café passado foi gritante. No começo eu não tinha moedor e comprava o café moído na Café do Mercado (mesmo lugar onde compro os grãos até hoje). Sempre é bom avisar que vai usar numa moka, pois a regulagem da moagem pode mudar. 

Depois comprei um moedor Cuisinart de lâminas e passei a comprar o café em grãos; mais tarde, comprei uma Electrolux Chef Crema. Minha configuração atual é:
  1. Miscela: Café Gourmet "Da Casa" da Café do Mercado (Porto Alegre)
  2. Macinazione: Cuisinart DCG-20, de lâminas, moendo por 30 segundos
  3. Macchina: Electrolux Chef Crema preta comprada há menos de um mês
  4. Mano: coloco pouca pressão no tamper, extração de aprox. 25 segundos
No começo evite os grãos mais caros e sofisticados: até aprender você vai botar muito café fora. De tempos em tempos tome café numa boa cafeteria para comparar o sabor. Teste diversas variações: moedor produzindo pó mais fino, mais grosso; mais pressão no tamper, menos pressão; menos tempo de extração, mais tempo. Quando chegar num bom café, tente repetir o mesmo sabor diversas vezes. Não desista!

Dica de site: Clube do Café.

Nenhum comentário: