17 de abr de 2009

Diretores do Pirate Bay presos

Nesta sexta-feira (17) os diretores do site The Pirate Bay foram condenados a um ano de prisão mais uma multa de 30 milhões de kronas (cerca de US$ 3.6 milhões). A justiça os considerou culpados de "ajudar os usuários a cometer violações de copyright". Mais uma vez os tribunais demonstram não entender absolutamente NADA de tecnologia. Achei interessante um diálogo que saiu no Slashdot sobre o assunto e tomei a liberdade de traduzir aqui:

suso: O problema é que muitas pessoas como você pensam que eles [os diretores do TPB] não são criminosos. Da última vez que conferi, é ilegal pegar algo que não é seu sem pagar.
berend botje: Você faz uma cópia. Você não tira nada de ninguém.
suso: E tem sido assim há milhares de anos.
berend botje: Não, não tem. Você poderia copiar a Mona Lisa até cansar, sem problemas.
suso: Vocês sabem muito bem o que eles querem com aquele site. Não finjam que o site é algo inocente.
berend botje: Eles estão fornecendo arquivos torrent. Arquivos texto comuns, nos quais nenhum copyright incide, ou pelo menos ninguém que os tenha criado se importa que eles sejam copiados.
suso: O site encoraja a pirataria pura e simples.
berend botje: Pirataria é o que está acontecendo na costa da Somália. Você se refere a "violação de direito autoral".

O site The Pirate Bay é um "search engine" como o Google, mas que indexa apenas arquivos torrent -- que são apenas "mapas" para os verdadeiros arquivos compartilhados. O próprio Google indexa arquivos torrent também, mas ninguém jamais questionou isto. Experimente procurar no Google por "filetype:torrent Wolverine" e confira: você vai encontrar vários arquivos torrent com o mais recente filme do famoso personagem.