23 de jan de 2012

Presidente ou presidenta?


Sei que é gramaticalmente aceitável, mas assim como "alevantar" é apenas uma tentativa -- equivocada, ao meu ver -- de incorporar pequenos erros como válidos, ao invés de educar corretamente o povo. Basta ver o escândalo do livro que ensina que "nós pega o peixe" está correto.

Todo mundo conhece o texto que circula na Internet mencionando outras expressões (como paciente, estudante, sorridente, contente, etc) que, até por uma questão de lógica considerando a origem das palavras, usam a mesma forma para masculino e feminino.

Na minha opinião, a insistência no uso deste termo é uma jogada de marketing: basta ver que os mais ardorosos defensores da palavra são, geralmente, eleitores fanáticos da presidente Dilma. Eu não caio nessa. Já não basta o crime que os lingüistas fizeram com o trema. Pelo menos posso continuar usando até o final de 2012.

Um comentário:

Anônimo disse...

quero ver é chamarem ela de governantA