6 de set de 2004

Regulamentação na Informática

Sou contra todas as regulamentações. Mas enquanto houver uma profissão regulamentada, como médico, advogado ou engenheiro, sou a favor da regulamentação da Informática. Não estou sequer entrando no mérito de discutir se vai ser bom ou ruim, apenas é uma questão de justiça. Como acho mais fácil criar um novo conselho do que destruir dezenas de outros, minha conclusão pela "lei do menor esforço" é: que se crie o Conselho de Informática.

Os contrários à regulamentação sempre lembram, com razão, que a mera existência dos conselhos não garante à sociedade que os profissionais são idôneos ou qualificados. Isso é verdade, mas não é relevante para esta discussão. A proteção da sociedade pode ser quase nenhuma com um Conselho, mas qualquer coisa é melhor que ZERO sem conselho.

Também se diz que um conselho "engessaria" a profissão, ao definir currículos e áreas exclusivas. Ora, isso é uma falácia, pois se fosse assim os médicos ainda não usariam anestesia e os engenheiros estariam usando apenas pedras e madeira em suas obras. Essa é mais uma cortina de fumaça para alongar e emperrar a discussão.

Nenhum comentário: